Relação do design crítico e publicação híbrida

O design crítico utiliza propostas especulativas para desafiar preconceitos e questionar objectos presentes na vida quotidiana. Pode ser considerado, principalmente, como uma atitude, uma posição em detrimento de um método, permitindo discutir e debater questões inerentes ao design. Por outro lado, as novas práticas de comunicação significam uma alteração do sentido de leitura e do olhar: nos dias que correm ler o jornal, ver televisão ou ir à exposição de um museu virtual são exercícios que incluem práticas de navegação Web, ou seja, práticas de comunicação em condições de tempo, espaço e inter-locução específicos.
Portanto, os novos media significam hibridez, uma síntese tornada possível pela realidade da técnica e que abre espaço para a criação de publicações com este carácter. Segundo Alessandro Ludovico estas são um novo tipo apresentando o potencial de conter ambas as qualidades físicas e digitais. A título de exemplo, o livro físico é um ponto de partida para a criação de projectos sem a necessidade de expor uma única página física e para exploração dos sentidos na publicação. Apesar da extrema importância do toque na experiência do leitor, Smell of Books (representado na imagem) é um exemplo da hibridez patente numa determinada publicação e no carácter crítico que lhe está inerente. Pressupõe um protótipo físico e, apesar de ser um projecto sob o mote de uma publicação tradicional, o livro, dispensa a presença do mesmo, sendo exposto sobre a forma de um frasco- questionando a importância do sentido do olfacto na publicação.
A particularidade deste produto reside no facto de ser fruto da imaginação, não se encontra disponível para venda: anunciado num site simulado onde terão acedido algumas pessoas interessadas na obtenção deste produto, aspecto crucial para levantar algumas questões relacionadas com o consumo, o design, a funcionalidade, a própria comunicação e, claro, a crítica.

images-7
Referências:
  • MARTINS, Moisés de Lemos, Media Digitais-Hibridez, Interatividade, Multimodalidade, Relógio d’Água, 2012.
  • DUNNE, Anthony e RABY, Fiona (2015) Critical Design FAQ [Consult. 2015-10-24].
  • DuroSport Electronics (2015) Smell of Books [Consult. 2015-10-24].

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s