Ética

Etimologia:

Há duas palavras gregas de onde se crê que deriva a Ética. São elas êthos e éthos. A primeira- êthos- designa o lugar onde habita um ser (a toca do animal, a casa do homem); êthos é o espaço próprio, o ambiente familiar a um determinado ser. A segunda- éthos–  designa o modo habitual de um ser se manifestar e por isso se pode traduzir por hábito, costume (do latim mores, de onde deriva a Moral). Como união das duas proveniências etimológicas, a ética aparece-nos como a tentativa de procurar o verdadeiro lugar do homem (onde está o humano), como esforço de criação de um mundo verdadeiramente humano, como tarefa de determinar qual o autêntico modo humano de ser.
Diferencia-se da moral, pois, enquanto esta se fundamenta na obediência a costumes e hábitos recebidos, a ética, ao contrário, procura fundamentar as acções morais exclusivamente pela razão. Relaciona-se com a retórica sendo um modo de persuasão utilizado por Aristóteles.

Autores de referência:

Aristóteles, Immanuel Kant, Stuart  Mill, Jean-Paul Sartre.
“Todo o projecto, por mais individual que seja, tem um valor universal. Qualquer projecto, mesmo o de um chinês, do indiano ou do negro pode ser compreendido por um europeu (…) Há uma universalidade de todo o projecto no sentido de que todo o projecto é compreensível para todo o homem. O que não significa de modo algum que este projecto defina o homem de uma vez para sempre, mas sim que ele pode ser reconhecido. (…) O homem encontra-se numa situação organizada, em que ele próprio está implicado, implica pela sua escolha a humanidade inteira, e não pode evitar escolher;(…)O homem faz-se; não está realizado logo de início, faz-se escolhendo a sua moral, e a pressão das circunstâncias é tal que não pode deixar de escolher uma (…)”
SARTRE, Jean-Paul O Existencialismo é um Humanismo, Presença, Lisboa, pp.251-264.
“(…) as coisas sérias são moralmente superiores às que fazem rir ou que são acompanhadas de entretenimentos, e que a actividade mais séria é sempre aquela da parte melhor de nós mesmos, isto é, a do homem duma moralidade mais elevada. Por conseguinte, a actividade do que é melhor é ela mesmo superior e mais apta a proporcionar a felicidade.(…)”
ARISTÓTELES, Ética a Nicómaco, x, 6-7, 1176 a-1178a.
“Os elementos do destino humano, no que respeita ao seu fim, podem reduzir-se a três classes:
1ª A disposição do homem, enquanto ser vivo, para a animalidade;
2ª A sua disposição para a humanidade, enquanto ser vivo e também racional;
3ª A sua disposição para a personalidade enquanto ser racional e também responsável. (…)
3. A disposição para a personalidade é a capacidade para experimentar o respeito da lei moral enquanto motivo por si suficiente do livre arbítrio. Esta capacidade para o simples respeito da lei moral, em nós, seria o sentimento moral que, em si, não constitui ainda um fim da disposição natural, a menos que seja um motivo para o livre arbítrio (…) Não é conveniente chamar disposição para a personalidade, à simples ideia da lei moral como o respeito que lhe anda associado; é a ideia da lei moral com o respeito que lhe anda associado; é a própria personalidade (a ideia de humanidade considerada dum modo absolutamente intelectual).”
KANT, La Religion dans les Limites de la Simple Raison, tr.fr., Vrin, Paris, 1972, pp. 45-48.

 

Conceito:

Disciplina tradicional da filosofia, também conhecida por filosofia moral , que enfrenta o problema de saber como podemos viver.

Sub-categorias/ palavras associadas:

-Valor; Utilidade; Moral; Virtude; Vício; Dilema; Princípio; Ideal.

Ética no design

“… design as a practice that can transform human experience and understanding, expanding its role beyond stylistic enhancement. The tradicional roles of design, designer and designed object are redefined throughout a new throughout a new understanding of the relationship between the material and immaterial aspects of design where the product and the design process are embodiments of ideas, values and beliefs.(…)” (Pág.45)
“… design and ethics for a better part of the last descale has been the inherent power of design to change the world for the better. (…)” (Pág.48)
FISS, Karen Design and Ethics: Reflections on Practice, Routledge: Taylor & Francis Group, Londres, 2012.

 

Objectivos que o designer deve ter em conta para a criação: Pensa que o seu objecto vai melhorar o mundo? Para quem? Como? Porquê?

 

Projectos práticos:

solarball
SolarBall– Projecto desenvolvido com base numa esfera por onde entra a luz solar, evaporando a água suja. A condensação do vapor de água torna a água limpa.

 

danieleat
Churchill and Hitler, Daniel Eatock, 80 x 175 x 10 cm. – “Daniel considered these images a publicity stunt and put his finger in the wound in relation to digital image manipulation. These portraits point to a possible confusion in the perception of history. Hitler and Churchill are only represented as full-fledged mannequins years after their deaths. Although confronted at first sight both portraits are clear in their depiction. This new appearance of two historic, influential individuals, and their perfected execution creates, however, a new ethical approach regarding an advance in the use of digital media.” Kurt Geraerts, Elisa Platteau Galerie

guarana

Guaraná Power, Superflex, 2003. – “In 2003, SUPERFLEX initiated a collaboration with a guaraná farmers’ cooperative from Maués in the Brasilian Amazon in order to produce the Guaraná Power soft drink. The farmers have organised themselves in response to the activities of the multinational corporations XxXxx and XxxxxXx, a cartel whose monopoly on purchase of the raw material has driven the price paid for guaraná seeds down by 80% while the cost of their products to the consumer has risen.”

 

Projectos relacionados:

Make More, Waste Less: Five Energy-Saving Projects for a More Efficient Home
The Designer Acccord
The Living Principles for Design
Lovely as a Tree| More environmentally friendly graphic design, paper and print
Re-nourish| Design Sustainably
The National Association of Independent Writers and Editors| Code of Ethics

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s