Pesquisa: Sub-conceitos

DESIGN/DESIGNER
Sustainable Design: https://en.wikipedia.org/wiki/Sustainable_design
Critical Design: http://www.dunneandraby.co.uk/content/bydandr/13/0
“Critical design uses designed artifacts as an embodied critique or commentary on existing values, morals, and practices in a culture.” (font: https://en.wikipedia.org/wiki/Design)
“We propose a reversal of priorities in favor of more useful, lasting and democratic forms of communication – a mindshift away from product marketing and toward the exploration and production of a new kind of meaning. The scope of debate is shrinking; it must expand. Consumerism is running uncontested; it must be challenged by other perspectives expressed, in part, through the visual languages and resources of design.” (font: First Things First 2000 a design manifesto. manifesto published jointly by 33 signatories in: Adbusters, the AIGA journal, Blueprint, Emigre, Eye, Form, Items fall 1999/spring 2000)
“Engineers are not the only professional designers. Everyone designs who devises courses of action aimed at changing existing situations into preferred ones. The intellectual activity that produces material artifacts is no different fundamentally from the one that prescribes remedies for a sick patient or the one that devises a new sales plan for a company or a social welfare policy for a state. Design, so construed, is the core of all professional training; it is the principal mark that distinguishes the professions from the sciences. Schools of engineering, as well as schools of architecture, business, education, law, and medicine, are all centrally concerned with the process of design.” (font: Simon, H.A. The sciences of the artificial, MIT Press, Cambridge, MA, USA, 1996)
ECOLOGIA
A Ecologia é a ciência que estuda o meio ambiente e os seres vivos que vivem nele,ou seja, é o estudo científico da distribuição e abundância dos seres vivos e das interações que determinam a sua distribuição. As interações podem ser entre seres vivos e/ou com o meio ambiente. A palavra tem origem no grego “oikos”, que significa casa, e “logos”, estudo. Logo, por extensão seria o estudo da casa, ou, de forma mais genérica, do lugar onde se vive. O cientista alemão Ernest Haeckel usou pela primeira vez este termo em 1869 para designar o estudo das relações entre os seres vivos e o ambiente em que vivem.
Definições:
“The entire science of the relations of the organism to the surrounding exterior world, to which relations we can count in the broader sense all the conditions of existence. These are partly of organic, partly of inorganic nature.” ; “House hold of nature” HAECKEL, 1866
“The study of the relations between animals and their environment, both animate and inanimate.” KING and RUSSELL, 1909
“The science of interrelationships of organisms and their environment.” EGGLETON, 1939 “Ecology is scientific natural history.” ELTON, 1927
Ecological Design:
“Any form of design that minimizes environmentally destructive impacts by integrating itself with living processes.” VAN DER RYN and COWAN, 2007
Fig. 1) Ecological Design, Paperbag (Esq.) e Tennisball Bench, published by teNeues, http://www.teneues.com, Photo © courtesy of Goods
Referências:
• Wikipédia (2015) Ecologia <URL: https://pt.wikipedia.org/wiki/Ecologia&gt;;
• FRIEDERICHS, K. (1958) A Definition of Ecology and some Thoughts About Basic Concepts”. Ecological Society of America. <URL:http://www.jstor.org/stable/1929981?
seq=1#page_scan_tab_contents>;
• Ecological Design. By Sim Van der Ryn, Stuart Cowan, Published by Island Press,
2007.<URL: https://books.google.pt/books? id=PEBs_eoIOdgC&printsec=frontcover&hl=ptPT&source=gbs_ge_summary_r&cad=0#v= onepage&q&f=false>.
SUSTENTABILIDADE
Sustentabilidade é uma característica ou condição de um processo ou de um sistema que permite a sua permanência, em certo nível, por um determinado prazo. Ultimamente, este conceito tornou-se um princípio segundo o qual o uso dos recursos naturais para a satisfação de necessidades presentes não pode comprometer a satisfação das necessidades das gerações futuras. Este novo princípio foi ampliado para a expressão “sustentabilidade no longo prazo”, um “longo prazo” de termo indefinido.
A sustentabilidade também pode ser definida como a capacidade de o ser humano interagir com o mundo, preservando o meio ambiente para não comprometer os recursos naturais das gerações futuras. O conceito de sustentabilidade é complexo, pois atende a um conjunto de variáveis interdependentes, mas podemos dizer que deve ter a capacidade de integrar as questões sociais, energéticas, económicas e ambientais.
Vídeo: https://www.ted.com/playlists/28/sustainability_by_design
Projectos/práctica:
http://csds.pratt.edu/resource-center/the-four-dots-csds-guide-to-understanding- sustainability/;
http://inhabitat.com/tag/sustainable-design/ ;
http://www.theguardian.com/sustainable-business/sustainable-design ;
http://www.solidworks.com/sustainability/sustainable-design.htm.
Referências:
• Wikipédia (2015)Sustentabilidade <URL:https://pt.wikipedia.org/wiki/Sustentabilidade >.

 

DEONTOLOGIA
O termo Deontologia surge das palavras gregas “déon, déontos” que significa dever e “lógos” que se traduz por discurso ou tratado. Sendo assim, a deontologia seria o tratado do dever ou o conjunto de deveres, princípios e normas adoptadas por um determinado grupo profissional. A deontologia é uma disciplina da ética especial adaptada ao exercício da uma profissão.
Existem inúmeros códigos de deontologia, sendo esta codificação da responsabilidade de associações ou ordens profissionais. Regra geral, os códigos deontológicos têm por base as grandes declarações universais e esforçam-se por traduzir o sentimento ético expresso nestas, adaptando-o, no entanto, às particularidades de cada país e de cada grupo profissional. Para além disso, estes códigos propõem sanções, segundo princípios e procedimentos explícitos, para os infractores do mesmo. Alguns códigos não apresentam funções normativas e vinculativas, oferecendo apenas uma função reguladora. A declaração dos princípios éticos dos psicólogos da Associação dos Psicólogos Portugueses, por exemplo, é exclusivamente um instrumento consultivo. Embora os códigos pretendam oferecer uma reserva moral ou uma garantia de conformidade com os Direitos Humanos, estes podem, por vezes, constituir um perigo de monopolização de uma determinada área ou grupo de questões, relativas a toda a sociedade, por um conjunto de profissionais.
PUBLICIDADE
“Por um lado, a publicidade vive numa frente de vanguarda, definida pela inovaça̧o das abordagens, pela atitude provocatória, inesperada e disruptiva. Usando a criatividade e a persuasão como ferramentas, a publicidade éfrequentemente acusada de manipulação e de usar métodos operacionais pouco escrupulosos ou eticamente questiona̧veis, em particular no campo da publicidade comportamental, publicidade  neuronal ou subliminar. Por outro lado, a própria ecologia mediática procura constantemente novos equilíbrios e uma nova estruturação, envolvendo a redistribuição e recolocação de limites e fronteiras à medida que as inovações tecnológicas nos media e as consequentes novas utilizações dos velhos e novos media, vão sendo implementadas no quotidiano, estabelecendo assim um campo permanentemente renovado de áreas semi-obscuras em termos de regulação: a internet, os novos media, a dinâmica espaço público vs privado, a monitorização comportamental, com ou sem consentimento, para efeitos publicitários, etc. “ MELO e SOUSA

 

Fig. 2) Exemplo(s) de publicidade enganosa.
Referências:
• Psicologia.pt (2015)Ética e Deontologia <URL: http://www.psicologia.pt/profissional/etica/&gt;;
• MELO, Ana e SOUSA, Helena Ética e Regulação na Publicidade: percepções do campo profissional. Universidade do Minho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s